Sexta-feira, 7 de Dezembro de 2007

Resultados de uma das entrevistas...

 Visto que uma das tarefas agendas para este período era a realização de algumas entrevistas, dirigimo-nos junto de um proprietário de um estabelecimento comercial inserido no bairro social de Casal de Cambra, para conhecermos a sua opinião acerca do bairro, uma vez que está localizado numa posição estratégica.
 Depois de apresentarmos e explicarmos devidamente o nosso projecto, fizemos algumas perguntas:
 
Parece um ghetto: ‘’Como se sente no bairro? ’’
Senhor...: ‘’Não me sinto mal a nível de segurança, pelo menos falo por mim, mas quando vou para casa, normalmente já tarde, nunca passo pelo bairro porque tenho conhecimento das horas que os meus clientes dizem que são "perigosas". Nunca me aconteceu nada até hoje! "
 
Parece um ghetto: ‘’Como é que caracteriza o bairro, em termos gerais? ’’
Senhor ...: ‘’Um bairro muito fraco a nível cultural, essencialmente.
 A maioria dos seus moradores tem só a 4ª classe. Muitos são pedreiros, por exemplo, e têm empregos que não são especializados.
 Antigamente, o lugar onde agora é o bairro era apenas terrenos e as pessoas que lá moravam eram de um nível de vida médio, mas depois da construção dos prédios, o nível de vida tornou-se muito baixo e com uma grande, mas mesmo grande, variedade de culturas.’’
 
Parece um ghetto: ‘’Quais são os principais problemas existentes no bairro que conhece? ‘‘
Senhor...: ‘’O bairro é de alto risco." (Afirma repentinamente) " Nunca vi, mas de vez em quando há facadas e tiroteio na parte de trás do bairro, os tiros até se ouvem daqui. Existe muito vandalismo, os prédios estão muito estragados, está todo partido, cheio de...como é que se chamam aqueles desenhos...grafittis! Até as crianças e jovens com menos de 13 anos já roubam e não são punidas porque não têm idade para isso."
 
Parece um ghetto: ‘’Que tipo de relações é que as pessoas do bairro estabelecem consigo?’’
Senhor...: ‘’Como já estou aqui há muito tempo, as relações são muito próximas, pois os clientes são mais que habituais. Mas mesmo com a geração mais jovem não tenho razão de queixa! Quando estão sozinhos são acanhados e quando estão em grupo têm as suas ''piadinhas de gozo, mas afinal quem é que já não foi assim antes? Até no meu tempo! "(Afirma sorrindo)
 
Parece um ghetto: ‘’O que pensa que se poder á fazer de positivo? ‘‘
Senhor...: "Por acaso já tinha pensado nisso antes, e entrando no campo da politica, acho que a atenção  a esse nível  devia-se centrar sobretudo na fiscalização de documentos falsos…que não sei como é que as pessoas fazem, mas sei que o que não falta no bairro é disso! Pessoas que falsificam documentos de pobreza  e recebem subsídios que fazem muita mais falta a outros. Mas não! Os indivíduos recebem e não fazem nada na vida! E eu, por exemplo, já podia estar reformado mas estou aqui a trabalhar…" (Afirma com uma certa revolta).
 "Deviam também existir mais infra-estruturas como farmácias, supermercados...uma coisa que também acho importante era a realização de reuniões para controlar o sustento do prédio, para saber as opiniões e queixas dos moradores."
 
Parece um ghetto: ‘’Que locais interessantes conhece no bairro? ‘‘
Senhor...: ‘’Não tenho grande conhecimento sobre isso...mas já ouvi falar de um centro dia de 3ª idade aqui perto...penso que é uma sociedade."
 
Parece um ghetto: ‘‘ Para finalizar, queremos perguntar se tem alguma sugestão para o nosso projecto? ‘‘
Senhor...: ‘’Não me recorda de nada assim de repente, mas acho muito interessante que vocês, jovens, façam este tipo de trabalhos para futuramente mudar na sociedade muitas coisas que a maioria das pessoas dizem que é irreversível! ‘‘ (Afirma o senhor, confiante no nosso trabalho)
publicado por pareceumghetto às 00:57
link do post | comentar | favorito

.posts recentes

. Análise aos inquéritos...

. Classificações do 2º perí...

. Estratégia de intervenção...

. Balanço do segundo períod...

. Apresentação do blogue na...

. O porquê deste inquérito....

. Casal de Cambra no futuro...

. Entrevista na SOLAMI...

. Relatório da visita de es...

. Conceitos...

.pesquisar

 

.Junho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.arquivos

. Junho 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.mais sobre mim

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds